Lotes destinados à Broliveira vão ser comprados pela Olano

A Câmara da Guarda aprovou esta semana uma proposta para reaver 17 lotes da Plataforma Logística que tinham sido vendidos, em Junho de 2011, à Sociedade Transportes Broliveira mas que até agora não chegou a apresentar projecto nem iniciado qualquer construção. Os lotes, que tinham sido vendidos pela autarquia, na altura presidida pelo socialista Joaquim Valente, por cerca de 287 mil euros, deverão agora ser adquiridos pela empresa Olano – Logística de Frio.
A proposta de reversão dos lotes e posterior venda à Olano foi aprovada, na passada Segunda-feira, por unanimidade na reunião do executivo municipal, que decorreu em Vila Fernando, terra natal do vereador socialista Joaquim Carreira. O eleito do PS aproveitou a ocasião para lamentar os sucessivos adiamentos na resolução do problema de poluição do rio Noéme, que banha aquela freguesia.
Sobre o Plano Estratégico de Requalificação dos rios Diz e Noéme, que foi dado a conhecer no passado Domingo, na sessão comemorativa do Dia da Cidade (ver foto e texto da página seguinte), o vereador espera que não seja «mais uma mera intenção» como tem acontecido até agora. «Para mim não passa de mais uma expectativa de que algo será resolvido», considera Joaquim Carreira, que lamenta que o documento só tenha sido apresentado um ano antes de finalizar o mandato autárquico.
Nesta reunião foi aprovada por unanimidade a propopsta de acordo a Infraestruturas de Portugal (IP) a passagem para a responsabilidade do município da estrada entre Trinta e Maçainhas, depois de devidamente requalificada. As obras vão ser efectuadas pela autarquia e suportadas financeiramente pela IP em 185 mil euros, embora o valor da adjudicação seja de 205 mil euros. O autarca diz que será o município a pagar a resante verba.
Aprovada igualmente por unanimidade foi a proposta de atribuição de dez fracções em regime de renda condicionada dos blocos habitacionais, localizados na estrada do Rio Diz, construídos aquando do programa PolisGuarda. Os vereadores presentes na reunião estiveram também todos de acordo em relação à adjudicação da obra de recuperação dos edifícios municipais da Rua dos Cavaleiros para serem criados sete apartamentos para «instalar famílias», anunciou o presidente da autarquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close