Menos tempo na escola e intervalos desencontrados são algumas das medidas no maior agrupamento de escolas do distrito da Guarda

Os mais de dois mil alunos do Agrupamento de Escolas Afonso de Albuquerque, o maior do distrito da Guarda, regressam às aulas no próximo dia 17, limite estabelecido pelo Ministério da Educação para as escolas iniciarem o ano lectivo 2020/2021. Num ano atípico, marcado pela pandemia de Covid-19, o Agrupamento definiu um conjunto de medidas para acompanhar as directrizes do Ministério da Educação preconizadas para reduzir o risco de contágio em ambiente escolar. O objectivo é tentar ter os alunos o menos tempo possível na escola, evitar grandes aglomerados e fazer cumprir as regras de segurança, como explicou ao TB a directora do Agrupamento, Amélia Fernandes. E por isso os alunos terão mais períodos livres, os intervalos serão desencontrados e serão criados o número máximo de circuitos de entrada e saída para evitar cruzamentos.

Ao nível da composição das turmas não foi possível fazer grandes alterações. No primeiro ciclo cada turma terá no máximo 24 alunos e nos restantes níveis de ensino o limite é de 28. Mais detalhes na edição desta semana do Jornal Terras da Beira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *