Ministério Público investiga festas de estudantes na Guarda

O Ministério Público instaurou um inquérito «visando a averiguação da prática dos crimes de propagação de doença contagiosa e instigação pública a um crime», na Guarda, «na sequência do acontecido numa festa organizada por alunos do Instituto Politécnico da Guarda».

Como o TB noticiou, diversos contágios de Covid-19 terão tido origem nessa festa de estudantes, com 23 casos positivos, entre os quais uma bebé de dois meses, filha de uma estudante também infectada. Dos 23 casos confirmados, 16 estão internados e sete estão em vigilância domiciliária.

«A investigação prossegue sob a direcção do MP da Comarca da Guarda, coadjuvado pela D.I.C. da Polícia Judiciária da Guarda», refere o Ministério Público, em comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close