Ministro da Administração Interna reitera compromisso do Governo em instalar na Guarda o comando da UEPS

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, deixou a «garantia política» de que o comando nacional da Unidade de Emergência de Protecção e Socorro (UEPS), que está provisoriamente em Coimbra, será transferido para a Guarda, logo que estejam criadas as condições logísticas. As declarações foram feitas, esta manhã, durante as comemorações do Dia da Unidade do Comando Territorial da GNR da Guarda.

«Havia o compromisso do Governo anterior e esse compromisso mantém-se. Agora está nas mãos da autarquia, em articulação com a GNR, criarem as condições logísticas para que essa unidade possa ser transferida para a Guarda», salientou o governante.

Questionado pelo TB sobre a localização, o presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa, respondeu que «era extemporâneo falar sobre isso, era estar a prejudicar o processo, neste momento». Recordou que «o processo iniciou-se em Janeiro de 2019, tendo-se arrastado no tempo» e que, recentemente, escreveu uma carta ao actual ministro da Administração Interna, tendo depois reunido e reiniciado o processo. Sérgio Costa espera agora que o processo esteja «concluído em 2023».

De recordar que a instalação na capital do distrito, do Comando Nacional da UEPS foi oficializada no dia 30 de Novembro do ano passado com a entrega do estandarte nacional à UEPS, na Guarda, numa cerimónia presidida pelo então ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

A UEPS dispõe de uma sala de situação e os aquartelamentos destas unidades são os Centros de Meios Aéreos e as Bases Permanentes de Helicópteros ocupados pelos postos de Intervenção de Protecção e Socorro, de acordo com o que vier a ser anualmente definido no Plano de Defesa da Floresta contra Incêndios.

A UEPS é a unidade especializada da GNR que tem como missão específica a execução de acções de prevenção e de intervenção, em todo o território nacional, em situações de acidente grave e catástrofe, designadamente nas ocorrências de incêndios rurais, matérias perigosas, cheias, de sismos, busca, resgate e salvamento em diferentes ambientes, bem como outras situações de emergência de protecção e socorro, incluindo a inspecção judiciária em meio aquático e subaquático.

(Fotogaleria das comemoração dos Dia da Unidade do Comando Territorial da GNR da Guarda disponível no facebook oficial do Jornal Terras da Beira)

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close