Municípios da Cova da Beira com candidaturas transfronteiriças de 5,7 ME

A Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB) anunciou que o valor das novas candidaturas transfronteiriças a programas comunitários ascende a 5,7 milhões de euros.
Segundo a AMCB, “no sentido de dar continuidade ao longo percurso de cooperação transfronteiriça” que tem desenvolvido com a Província de Salamanca (Espanha), apresentou três novos projectos ao Programa INTERREG V (Espanha-Portugal): o BIN-SAL Empreende, o BIO Frontera e o Raya Natural.
“A cooperação entre a AMCB e a Província de Salamanca remonta à iniciativa comunitária INTERREG III-A (2000-2006) e ao POCTEP (2007-2013), existindo uma importante colaboração entre os parceiros que integram estes mesmos projectos”, é assinalado numa nota hoje divulgada pela AMCB, presidida pelo autarca de Manteigas José Manuel Biscaia.
O presidente da AMCB, citado no documento, refere a importância dos novos projectos para a região e sublinha que “visam promover e apoiar o empreendedorismo entre os jovens e as empresas raianas, o seu encontro e intercâmbio com agentes económicos e empreendedores, o acesso ao financiamento e a sistemas públicos de assessoria e informação”.
No âmbito das candidaturas “serão também realizadas acções de integração socio-laboral de pessoas com deficiência e desfavorecidas, serão criados projectos-piloto de intervenção no âmbito de novas formas de emprego, nomeadamente no âmbito do turismo, das actividades agro-florestais e no apoio a pessoas dependentes”.
“A AMCB sempre mostrou grande preocupação com as questões ambientais, preocupações estas que se estendem aos nossos parceiros espanhóis e estiveram na origem da elaboração do projecto BIO Frontera, que visa estabelecer medidas de vigilância, prevenção e luta contra os incêndios e ampliação dos meios de abastecimento de veículos e equipamentos das equipas de protecção civil”, esclarece o responsável.
É também objectivo daquele projecto “a constituição da região Raia Natural como um símbolo da biodiversidade, conservação de habitats e de espécies mediterrâneas”.
Para isso, acrescenta José Manuel Biscaia, “foi delineado o projecto Raya Natural que visa, entre outras actividades, a criação de um Centro Transfronteiriço de iniciativas ambientais, um programa de formação para a biodiversidade (Frontera Verde) e um Centro de Conservação de Espécies”.
Na mesma nota, a AMCB afirma que “continua a apostar na melhoria da qualidade de vida da população dos seus municípios associados, quer através de medidas que visam o desenvolvimento socioeconómico da região como o desenvolvimento sustentável”.
A AMCB, com sede em Belmonte, no distrito de Castelo Branco, abrange os municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close