Museu do Côa expõe Silvestre Pestana

SONY DSC

A partir desta Segunda-feira, dia que assinala o 24º aniversário da criação do Parque Arqueológico do Vale do Côa, as três salas de exposição temporária do Museu do Côa recebem a 10ª edição da Bienal Internacional de Gravura do Douro, que este ano apresenta cerca de 1300 obras, de 625 artistas, de 64 países, espalhadas pelos concelhos de Vila Nova de Foz Côa, Alijó, Bragança, Chaves, Régua, Sabrosa, Vila Real e Vila Nova de Gaia.

Na sala 1 estará patente uma mostra de obras do artista homenageado, Silvestre Pestana. O artista plástico nasceu em 1949 no Funchal, Madeira, e criou desde os finais da década de 60 do século passado uma obra singular através de uma grande diversidade de disciplinas. A iniciativa integra o programa de comemorações do 10º aniversário do Museu do Côa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close