Música nos Claustros do Paço da Cultura

Os concertos de Uxu Kalhus, Daniel Pereira Cristo Quinteto e Selma Uamusse + Batida, nos Claustros do Paço da Cultura, e a exibição do filme “O Homem das Mulheres”, no Museu, são as actividades agendadas para os próximos dias no âmbito do “Verão em Alta”, programa de animação promovido pela Câmara da Guarda que pretende dinamizar o centro urbano da cidade até Setembro.
Os primeiros a subir ao palco são os Uxu Kalhus, esta Quinta-feira pelas 22h00. Trata-se de um grupo folk português «algures entre os universos da “fusão” e das “músicas do mundo” em constante renovação das fronteiras do tradicional», como o próprio se define. «Segundo dizem, as nossas actuações são vibrantes e inesquecíveis!», escreve no Facebook.
No dia seguinte, à mesma hora, Daniel Pereira Cristo apresenta o seu concerto em quinteto, «onde o diálogo entre o cavaquinho, os demais cordofones tradicionais e a riqueza do canto, surpreendem a cada momento». A estes foram adicionadas as componentes «poderosíssimas» do contrabaixo e de muitas percussões, «que empolgam quem os escuta ao vivo». «Um verdadeiro espectáculo, bem produzido, que merece ser escutado, vivido e desfrutado», garante o músico.
O último concerto desta semana é de Selma Uamusse + Batida, às 22h00 de Sábado.
Com uma trajetória entre o jazz, o rock, o gospel e a soul, Selma Uamusse nasceu em Maputo, em 1981, e em 1988 veio viver para Portugal onde canta profissionalmente desde 2000. Integra formações de diversos estilos musicais, do afrobeat ao blues. Criou em nome próprio os projectos Selma Uamusse Nu Jazz Ensemble e Tributo a Nina Simone. Para além do seu percurso pessoal tem feito inúmeras colaborações com Rodrigo Leão, Samuel Úria, Luísa Sobral, Ana Moura, Ana Bacalhau, Susana Travassos, Márcia, e fez parte dos Wraygunn. A estreia do seu projecto a solo aconteceu em 2014, conquistando então a audiência e a crítica que lhe teceu rasgados elogios, lê-se na sua biografia.
«Batida é Pedro Coquenão e Pedro Coquenão é Batida. Há momentos em que é Pedro Coquenão sozinho em frente a multidões. E há outros em que Batida é um corpo mutante, com mais músicos, imagens e gente que canta e dança mascarada em palco, escreveu Rui Miguel Abreu na Blitz.
O programa prossegue na Quarta-feira com Cinema no Museu, que exibe pelas 21h30 no Museu da Guarda o filme “O Homem das Mulheres”, de Jerry Lewis, com Jerry Lewis e Helen Traubel nos principais papéis. «Saiam da frente, Don Juan e Casanova – agora têm a competição de nem mais nem menos que Herbert H. Heebert. Depois de ter sido abandonado pela namorada, o deprimido Herbert jura pôr de lado qualquer compromisso romântico e está determinado a viver a sua vida como solteirão inveterado. No entanto, encontra de seguida emprego numa pensão de Hollywood só para mulheres – e as hóspedes ficam todas loucas com o novo empregado lá de casa! É aí que o infortunado Herbert se transforma de um simples moço de recados no Homem das Mulheres», refere a sinopse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close