Neo Bank

Desde há uns dias que a política voltou ao seu normal embora o crisme de novo normal. Foi disso sinal o apoio ao Novo Banco que até se parece ser um Neo Bank bem parecido com a famosa lixívia Neo Blanc, pois com ele se lixivia algum do nosso dinheiro. De facto, a publicidade que lhe é feita diz que é adequada a uma limpeza rápida e eficiente da nossa casa no dia-a-dia. Não admira que se diga que um líder mundial bem conhecido tenha aconselhado o uso de um qualquer anti desinfetante contra o novo coronavírus, algo que depois ser uma brincadeira.

Felizmente, “a comunidade científica foi rápida a contra-argumentar as “mensagens de saúde inadequadas” do Presidente norte-americano. “Esta noção de injetar ou ingerir qualquer tipo de produto de limpeza é irresponsável e perigosa”, disse Vin Gupta, pneumologista e especialista em políticas de saúde pública. “É um método comum que as pessoas utilizam quando se querem matar”, acrescentou (trump-sugere-a-injecao-de-desinfetante-para-limpar-os-pulmoes-e-combater-a-covid-19/, acesso em 20 de maio de 2020), mas demasiada gente acreditou nela e a desgraça aconteceu.

Mais a sul, onde muitos recusam a cloroquina como remédio “após o ministro da Saúde, Nelson Teich, ter alertado sobre riscos da cloroquina no tratamento da covid-19, o presidente Jair Bolsonaro fez uma defesa do remédio nesta quarta-feira (12) e disse que os ministros de seu governo devem estar “afinados” com ele” ( https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/05/13/apos-teich-fazer-alerta-sobre-cloroquina-bolsonaro-defende-o-medicamento-e-pede-ministros-alinhados-com-ele.ghtml, acesso em 20 de maio de 2020).

Felizmente, entre nós não há gente tão abstrusa. Só temos o problema de haver gente que acredita que os bancos vão apoiar a economia. E isso já causou muita confusão pois sabemos que os bancos querem é apoio. Foi o que aconteceu com o BES agora NOVO BANCO, que recebeu há dias uma boa prenda tal como estava bem mal contratualizado. Percebemos. E isso deu origem, como Ricardo Araújo Pereira glosou em “Isto é Gozar com quem Trabalha” a uma telenovela sobre o tema auditorias que desviou as atenções dos problemas reais e fez nascer diversas candidaturas presidenciais. Logo se seguiu uma catadupa de apoios a uma Comunicação Social, bem escolhida em nome da chamada democracia, que causou espanto pelos resultados a que se chegou, mostrando que uns são filhos e quem são os enteados. E alguns destes logo protestaram e recusaram as migalhas que caíram das mesas dos “filhos”.

Entretanto vamos sabendo novas sobre os efeitos do COVID 19 nas empresas e nos lares, descobrindo como estavam umas e outros impreparados para esta eventualidade, havendo já para o Lar do Comércio um processo por homicídio movido por um familiar de uma idosa. O caso mais grave foi o das ditas empresas fornecedoras de saúde terem fechado para quarentena, como o frisou e bem a Ministra da Saúde, mostrando como o Serviço Nacional de Saúde, e apesar do continuado subinvestimento foi de facto o recurso nacional que não falhou.

E tudo isto terá de ser analisado e corrigido no tempo pós-pandemia.

Mais, como sintoma de oportunismo e de ineficiência metade das grandes empresas recorreram ao lay-off, abusando da permissividade duma legislação que muitos criticaram, mas que recorre às Finanças da Segurança Social, pondo em risco o apoio aos mais frágeis e a diversas atividades que agora gritam de dor! Há ainda as costumadas burlas, enganando o Estado. Tudo nos leva a crer no crescimento de uma nova conflitualidade. Esperemos que nos conduza à correção dos erros do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close