NERGA alerta que situação no comércio e na restauração da região é «gravíssima»

O Núcleo Empresarial da Região da Guarda (NERGA) realizou um questionário às empresas da região sobre a actual situação no contexto de pandemia e os dados reflectem que grande parte das empresas sofreram quebras no volume de negócios superiores a 20 por cento. E em alguns casos as perdas estão a superar os 60 e os 80 por cento. De realçar no entanto que houve empresas que não registaram qualquer quebras e outras conseguiram aumentar o volume de negócios.

O questionário foi respondido por 73 empresas dos mais diversos sectores, sendo que 43 por cento são da área do comércio. As respostas retratam a realidade até ao dia 11 de Novembro não reflectindo por isso o impacto das medidas mais restritivas passado e próximo fim de semana. Mais de 90 por cento das empresas que responderam já reduziram colaboradores e mais de 70 por cento pondera reduzir ainda até ao final do ano. O lay-off simplificado foi a medida a que mais recorreram as empresas da região, seguida das moratórias. Ler notícia completa na edição desta semana do Jornal Terras da Beira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close