Neurocientista Rui Costa, natural da Guarda, recebe distinção na Holanda

O neurocientista português Rui Costa, natural da Guarda, recebeu hoje, em Amesterdão, a Medalha Ariëns Kappers, atribuída pela Academia Real de Artes e Ciência da Holanda, pelo contributo para o estudo do movimento e da aprendizagem de novas e complexas ações.
Rui Costa, investigador-principal do Centro Champalimaud, em Lisboa, e professor de Neurociências da Universidade de Columbia, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, receberá o galardão no Instituto de Neurociências da Holanda, indicou a Fundação Champalimaud em comunicado.
À Lusa, a partir de Amesterdão, o cientista disse que acolheu com surpresa a distinção, uma vez que, “normalmente, o prémio é dado a pessoas mais estabelecidas” na área das neurociências.
“Fiquei muito contente, mas tenho que trabalhar muito para justificar [o galardão]”, afirmou.
O neurocientista tem-se debruçado sobre o estudo do movimento, como se inicia, como se constroem sequências de movimentos, como se aprende a fazer novas ações e ações mais complexas.
Segundo o Instituto de Neurociências da Holanda, citado pela Fundação Champalimaud, a investigação de Rui Costa, que descobriu mecanismos nos gânglios da base (região do cérebro) “responsáveis pelo controlo da iniciação e das sequências de movimentos voluntários”, serve de base para criar “novas estratégias terapêuticas contra doenças como a de Parkinson, o autismo e as perturbações obsessivo-compulsivas”.
Depois de receber a Medalha Ariëns Kappers, o investigador dará a conferência “Geração e formação de repertórios de novas ações”.
O galardão é concedido desde 1987, de dois em dois anos, e deve o seu nome ao neurologista holandês Cornelius Ubbo Ariëns Kappers, que foi, entre 1908 e 1946, o primeiro diretor do Instituto Central para o Estudo do Cérebro da Holanda (atual Instituto de Neurociências da Holanda). Em 1999, a Medalha Ariëns Kappers foi atribuída ao também neurocientista português António Damásio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close