Nova norma da DGS acaba com isolamento para contactos com caso positivo no trabalho

O primeiro-ministro, António Costa, realçou hoje que a nova norma da Direcção-Geral da Saúde (DGS) acaba com o isolamento para contactos positivos em ambiente de trabalho. «Só haverá isolamento no caso de coabitantes com pessoas que testarem positivo, o que significa, por exemplo, que um contacto em ambiente de trabalho, desde que não seja coabitante, não determina o isolamento”, precisou o primeiro-ministro.

António Costa falava no Palácio da Ajuda, em Lisboa, após uma reunião do Conselho de Ministros que avaliou a evolução da pandemia e as medidas que devem manter-se em vigor após o dia 10 de Janeiro, depois de, na véspera, ter ouvido os peritos numa reunião no Infarmed.

O primeiro-ministro referiu ainda que, por efeito da nova norma da DGS, «desde ontem [quarta-feira], 267.315 pessoas que estavam em situação de isolamento viram a seu isolamento terminado ou reduzido».

Entre as medidas hoje anunciadas inclui-se a manutenção da obrigatoriedade do teletrabalho até ao dia 14 de Janeiro, sendo este regime recomendado a partir desta data.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close