Oito concelhos do distrito da Guarda em risco extremo de infecção

Portugal tem hoje menos cem concelhos em risco extremo de infecção face à semana anterior, o que representa uma redução de 54,3%, segundo os dados da Direcção-Geral da Saúde (DGS).

No distrito da Guarda, estão em risco extremo os concelhos de Aguiar da Beira, Almeida, Manteigas, Meda, Pinhel, Sabugal, Seia e Vila Nova de Foz Côa. Em risco elevado estão Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda e Trancoso.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgado e que reporta a um período de incidência cumulativa a 14 dias entre 27 de Janeiro e 9 de Fevereiro, estão neste patamar 119 dos 308 concelhos portugueses.

Há uma semana Portugal estavam em risco extremo 219 dos 308 concelhos.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa «corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada».

Quatro concelhos tiveram zero casos de infecção, todos na Região Autónoma dos Açores: Lajes das Flores, Lajes do Pico, Calheta e S. Roque do Pico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close