Parceria com o CHUC traz médicos de Coimbra à Guarda nas áreas da Pediatria e Ortopedia

A Unidade Local de Saúde da Guarda assinou na semana passada protocolos de cooperação com o CHUC nas áreas da Pediatria e Ortopedia e bem como a adesão à Via Verde intra-hospitalar da zona centro. Os projectos mereceram rasgados elogios do secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, que presidiu à sessão, «pelo espírito de cooperação» entre as instituições considerando que é «do mais exemplar» que existe no Serviço Nacional de Saúde.

A Unidade Local de Saúde da Guarda aderiu recentemente à Via Verde AVC (Acidente Vascular Cerebral) Intra-hospitalar da zona Centro centralizada no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC). Com a adesão da ULS da Guarda ficou fechada a rede que inclui os sete hospitais da região Centro ligados ao CHUC. A organização da rede começou a ser desenhada em Janeiro de 2015 e desde 1 de Agosto que foram sendo ligados progressivamente os hospitais, sendo o último a ULS da Guarda. Com esta rede «todos os doentes da região Centro passam a poder beneficiar das mesmas condições de tratamento do que os doentes de Coimbra ou de outra grande cidade», assegurou o presidente do Conselho de Administração do CHUC, Martins Nunes, na passada Sexta-feira, dia em que foram assinados protocolos de cooperação entre aquela unidade de saúde e a ULS da Guarda. O projecto compreende a teleconsulta, através da qual «se consegue fazer um bom exame ao doente percebendo os danos do AVC», esclareceu Gustavo Cordeiro do Serviço de Neurologia do CHUC. O doente só será transportado para Coimbra quando a situação clínica o justificar. Em cada 10 doentes, cinco não serão transportados. O médico sublinha que o método permite poupar custos, recursos, dá maior comodidade ao doente e retira pressão aos hospitais centrais. De acordo com o protocolo definido, o transporte dos doentes dos hospitais do Litoral deverá ser feito por ambulância e no caso dos hospitais do Interior está previsto também o helitransporte.

Para além da adesão à Vida Verde intra-hospitalar, foram ainda celebrados dois acordos de cooperação entre o CHUC e a ULS da Guarda nas áreas da Pediatria e Ortopedia. O acordo na Pediatria permite disponibilizar acesso a cuidados na especialidade de genética médica e de outras áreas diferenciadas. Ficou acordado que o CHUC assegurará na ULS da Guarda a realização de uma consulta médica mensal na área da genética. Os encargos financeiros neste caso, como ajudas de custo, serão asseguradas pela ULS da Guarda.
Na área da Ortopedia ficou definido que o CHUC «apoiará sempre que lhe for solicitado» a realização de cirurgias com elevado grau de diferenciação disponibilizando os recursos humanos necessários nesta especialidade. Está ainda previsto que os elementos do Serviço de Ortopedia do CHUC prestem assistência no serviço de Urgência da ULS da Guarda «de forma voluntária em moldes a definir». Com o acordo, o CHUC fornecerá à ULS «através do Banco de Tecidos Ósseos os tecidos ósseos necessários». Os acordos convergem ainda em projectos de investigação, formação de internos e organização de eventos.

Os elogios do secretário de Estado
O secretário de Estado teceu rasgados elogios aos acordos celebrados entre a ULS da Guarda e o CHUC. Manuel Delgado evidenciou «o espírito de colaboração» considerando que as parcerias são «do mais exemplar» que pode existir no Serviço Nacional de Saúde. No entender do governante, os acordos revelam «capacidade de diálogo, comunicação e integração de vontades» das entidades envolvidas. «Não podia estar mais satisfeito com este projecto. Não é gastar mais dinheiro, é gastar melhor. Se tivermos modelos organizacionais como este provavelmente vamos economizar vidas, mas também recursos. Fiquei impressionado com a colaboração», admitiu Manuel Delgado. O presidente do Conselho de Administração da ULS da Guarda, Carlos Rodrigues, sublinhou que os protocolos colocam a instituição num outro patamar, permitindo melhorar as condições de assistência aos doentes. Para o presidente do CHUC, Martins Nunes, os protocolos assinados nas áreas da Pediatria e Ortopedia «consolidam e desenvolvem uma relação fundamental entre os dois hospitais que estão historicamente ligados». O dirigente reforça que há «muito boas expectativas quanto ao desenvolvimento de futuros projectos em outras especialidades».
Elisabete Gonçalves
elisagoncalves.terrasdabeira@gmpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close