Passatempo “Até o Anjo é da Guarda!”

«Até o anjo é da Guarda!» dizia Alberto Dinis da Fonseca, ex presidente da Câmara da Guarda e fervoroso defensor da cidade. A propósito do que afirmava o ex-autarca, o TB desafia os leitores a escreverem um texto (máximo 3000 caracteres) que realce o que há de positivo no concelho e no distrito da Guarda, terminando com a frase: “Até o Anjo é da Guarda!”. Os textos deverão ser enviados para terrasdabeira@gmpress.pt
Os oito melhores trabalhos serão publicados no Jornal Terras da Beira. Para além disso, os autores dos três melhores textos receberão uma peça decorativa “Anjo da Guarda”, da autoria do arquitecto António Saraiva. Os autores dos restantes cinco textos terão direito a um porta-chaves “Anjo da Guarda”, que também têm a assinatura de António Saraiva.
O arquitecto natural da Guarda associa-se, assim, a este desafio lançado pelo TB. As duas peças visam, contou o autor, «promover algo que a Guarda pode explorar como marca distinta, em que o “Anjo da Guarda” só se pode associar a esta cidade».
António Saraiva é licenciado em Arquitectura e Planeamento Urbano, possui especialização em Gestão de Centros Históricos e de Gestor Urbano. Desempenhou vários cargos, nomeadamente vogal da Comissão Executiva da Região de Turismo da Serra da Estrela, Director Executivo da Sociedade PolisGuarda e foi Gestor Urbano da Agência para a Promoção da Guarda. Foi deputado da Assembleia Municipal da Guarda, é companheiro do Rotary Club da Guarda, membro do Conselho Consultivo da Rede de Judiarias de Portugal, membro do Conselho Fiscal da Fundação José Carlos Godinho Ferreira de Almeida e da Associação de Jogos Tradicionais e Vice-Presidente do Centro Cultural Os Serranos/Newark, New Jersey, USA, e desde Abril de 2019 membro da Sociedade Nacional de Belas Artes, entre outras instituições de solidariedade social, culturais e desportivas.
É autor dos livros “Guarda – Apontamentos Gráficos e Urbanos”, e “Catedrais de Portugal”, co-autor do livro “Guarda Vista do Céu” e coordenador de várias publicações editoriais, destacando-se “A Guarda em Postal Ilustrado de 1901 a 1970”, “Marcas Mágico-Religiosas no Centro Histórico da Guarda” e “Judeus, Judiarias e Cristãos-novos na Beira Interior”.
É co-autor de vários projectos de arquitectura como seja a Pista de Sky sintética de Manteigas e Complexo de Piscinas Municipais da Guarda, é autor de outros como a Casa Museu do Monsenhor Alves Brás, Casegas/Covilhã e de várias obras de arte como o memorial dos Bombeiros Voluntários de Manteigas, memorial ao Padre António Sanches na Aldeia Velha/Sabugal, mural Ciclo da Vida na Unidade de Saúde da Guarda, vitrais da Capela do Instituto Secular das Cooperadoras da Família em Casegas / Covilhã, monumento ao Monsenhor Alves Brás na Guarda e em Casegas, da estrutura de inserção do busto de Nuno de Montemor na Guarda, do monumento comemorativo na Guarda do Centenário das Aparições ,do monumento na Guarda aos Combatentes mortos no ultramar (2018) e do monumento em Newark, NJ – EUA aos Soldados Luso Americanos (2018), para além da concepção de várias medalhas comemorativas e peças escultóricas em cerâmica, bronze, chapa perfilada e acrílico.
Desempenhou ainda funções de docente no ensino secundário e de monitor em cursos profissionais, tendo sido orador, participante e coordenador de vários seminários, jornadas e congressos ligados ao urbanismo, ao património, ao turismo, energia e desenvolvimento regional. É detentor, individualmente e em parceria com o Instituto Politécnico da Guarda, de patentes de inovação na área da mobilidade, das infraestruturas e da restauração.
Foi distinguido com a Cabeça de Lobo Caminheiros do Corpo Nacional de Escutas e Diploma de Mérito por relevantes serviços prestados a essa mesma instituição, pela Câmara Municipal de Coimbra pelo projecto de recuperação de imóvel na Rua da Sota, foi-lhe atribuída menção honrosa no 1.º Salão de Artes Plásticas “Salão Primavera” na Guarda, louvor da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Egitanienses em 2014 e foi eleito sócio honorário do Centro Recreativo e Cultural de Santa Maria/Manteigas em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close