PJ da Guarda deteve suspeito de abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária da Guarda anunciou esta semana a detenção de um homem de 23 anos, residente em Fornos de Algodres, por suspeita da «prática continuada» de crimes contra a auto-determinação sexual de crianças e adolescentes.
O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado que o detido é «fortemente suspeito da prática continuada, desde há aproximadamente três anos, dos crimes de abuso sexual de crianças e de actos sexuais com adolescentes, ocorridos essencialmente nas áreas de Celorico da Beira e Guarda». «Os factos imputados ao ora detido são reveladores de uma tendência para a constante procura e sedução de menores do sexo feminino, pelo menos já desde o ano de 2013, maioritariamente com idades compreendidas entre os 12 e os 14 anos», explica a fonte.
Segundo a PJ, algumas das vítimas apresentam «debilidade física e reconhecidas dificuldades de inserção socio-familiar» e «acabavam forçadas» pelo suspeito à prática «de actos sexuais de relevo».
O detido, sem profissão definida e sem antecedentes criminais conhecidos, foi Terça-feira presente às autoridades judiciárias para efeitos de primeiro interrogatório judicial e aplicação de adequadas medidas de coacção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close