PJ detém mãe de criança colhida mortalmente por comboio na Guarda

A mãe da criança de dois anos e meio de idade, que morreu ontem colhida por um comboio na Guarda, foi detida pela Polícia Judiciária, por “presumível crime de exposição ou abandono, do qual resultou a morte do filho menor”. Segundo o comunicado divulgado, hoje, pela PJ da Guarda, a mulher, de 23 anos, vai agora ser presente às autoridades judiciárias, “para efeitos de primeiro interrogatório judicial e submissão a adequadas medidas de coação” de um crime “agravado pelo resultado morte”.

A criança foi colhida mortalmente por um comboio de passageiros, pelas 13:30 de quinta-feira, próximo do apeadeiro de Sobral da Serra, na Guarda. O acidente ocorreu na Linha da Beira Alta, tendo a criança sido atropelada pelo comboio Intercidades que saiu da Guarda e tinha como destino Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close