Plataforma anuncia compromisso do Governo para redução das portagens no Interior

A Plataforma pela Reposição das Scut na A23 e A25 anunciou hoje que haverá uma redução das portagens a curto prazo, de acordo com um compromisso assumido pelo Governo. «Aquilo que a ministra [da Coesão Territorial] se comprometeu foi: Uma redução ainda este ano e a curto prazo, e o estudo anual para continuar este caminho. Portanto, redução este ano, já, e depois continuar a discutir a continuação do caminho de reduções», afirmou Luís Garra, da União de Sindicatos de Castelo Branco, entidade que integra a Plataforma.
Este responsável falava em conferência de imprensa realizada hoje, na Covilhã, distrito de Castelo Branco, com o objectivo de dar a conhecer as principais conclusões de uma reunião realizada na segunda-feira entre elementos da Plataforma, a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, e o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado.
Um encontro de trabalho que, para os membros da Plataforma, marcou um «ponto de viragem» na postura do Governo relativamente à matéria e de onde retiraram «vários sinais positivos». Esta estrutura explicou que ainda não foram firmados valores ou percentagens de redução, adiantou que a mesma será para todos os utentes e assumiu a expectativa de que seja um «valor expressivo». «Penso que uma reunião destas, com a presença efectiva do Governo, fazerem-nos ir a Lisboa para nos oferecerem 1 ou 2%, não estamos aí. Nem sequer estamos a pensar que seja isso», referiu José Gameiro, da Associação Empresarial da Beira Baixa.
Segundo referiram, «há vários cenários» a ser avaliados, todos com vista a uma «redução progressiva» dos valores actuais. «As medidas que nos foram ditas deverão ser progressivas, não poderão ser discriminatórias e o processo está a ser estudado de forma que tenha sustentabilidade futura e que não seja apenas uma medida avulso», referiu Ricardo Fernandes, do Movimento de Empresários pela Subsistência do Interior.
A data para o anúncio da redução ainda não foi revelada, mas a Plataforma acredita que possa ser «muito em breve», designadamente durante o debate na especialidade do Orçamento do Estado para 2020. Depois de em Dezembro de 2019 ter apresentado uma proposta que reivindicava a abolição «imediata» para os residentes e reduções progressivas até à abolição para os restantes utentes, esta estrutura assume que o prometido ainda não corresponde às exigências, mas congratula-se com o caminho iniciado. «Permitirá uma redução do custo de contexto mais importante que temos na região, que são as portagens que têm efeitos negativos para as empresas, residentes e turistas», frisou Luís Veiga, do Movimento de Empresários pela Subsistência do Interior. Esta estrutura também garante que, «independentemente do que venha a ser anunciado», vai continuar a «trabalhar» até que o objectivo final da abolição seja atingido.
Na conferência de imprensa de hoje, foi ainda referido que os problemas do Interior e da convergência necessária também foram abordados na reunião com os governantes e que estes mostraram «preocupação« e prometeram «empenho» nessa matéria.
A Plataforma de Entendimento para a Reposição das Scut na A23 e A25 integra sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, nomeadamente a Associação Empresarial da Beira Baixa, a União de Sindicatos de Castelo Branco, a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, o Movimento de Empresários pela Subsistência pelo Interior, a Associação Empresarial da Região da Guarda, a Comissão de Utentes da A25 e a União de Sindicatos da Guarda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close