Poucas candidaturas do distrito da Guarda ao PT2020 foram até agora aprovadas

Os empresários do distrito da Guarda queixam-se de que foram até agora aprovadas poucas candidaturas no âmbito do “Portugal 2020”. Segundo dados avançados por Pedro Tavares, presidente do Núcleo Empresarial da Região da Guarda (Nerga), durante o jantar-conferência subordinado ao tema “Portugal 2020 – oportunidades e constrangimentos”, do total dos 500 milhões euros de verbas aprovadas para a região Centro, apenas cerca de 9 milhões (2 por cento) dizem respeito a candidaturas apresentadas pelos empresários do distrito da Guarda.
Para o responsável do Nerga, o problema está no «programa que tem características muito próprias e que não se adapta a microempresas desta região». «Os fundos estão a ser absorvidos pelas grandes empresas», lamenta.
Diferente opinião tem o secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson Souza, presente no jantar-conferência, que defende que «estas regiões do Interior precisam de ter uma presença mais expressiva no conjunto dos apoios, mas isso é um trabalho que as empresas, as associações, as autarquias, em conjunto com os responsáveis do PT2020, têm de fazer».

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close