Presidente da Câmara da Guarda não autoriza a realização da Assembleia Municipal Extraordinária no TMG

O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, acaba de emitir um comunicado dizendo que não autoriza a realização da Assembleia Municipal Extraordinária no Teatro Municipal da Guarda (TMG), agendada para a próxima segunda-feira. O autarca explica que na qualidade de presidente da Câmara Municipal da Guarda e de responsável máximo da Proteção Civil Municipal, comunicou à presidente da Assembleia Municipal, que não autoriza a utilização do TMG ou de outro equipamento público, para a realização daquela Assembleia Municipal Extraordinária, como de outras, «de forma presencial, enquanto durar este Estado de Calamidade decretado pelo Governo e nos termos das normas jurídicas em vigor que todos estamos obrigados a cumprir».

No comunicado enviado à imprensa, Carlos Chaves Monteiro explica que após a marcação da Assembleia Municipal Extraordinária solicitou às autoridades regional e nacional de saúde «pareceres urgentes» sobre o assunto e «os referidos pareceres concluíram que a realização desta Assembleia, viola o Estado de Calamidade decretado bem como as normas legais e princípios de preservação de saúde pública que urge acautelar». (Foto: Jornal Terras da Beira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close