Presidente do IPG diz que a instituição assinala os 40 anos numa altura de «crescimento» e de «reencontro com a sua história»

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) assinalou no passado dia 3 de Dezembro 40 anos de existência. Devido à pandemia, a data de aniversário não foi assinalada como em anos anteriores com uma sessão solene e atribuição de prémios e distinções a alunos, professores e funcionários.

A efeméride será celebrada durante o ano 2021, como anunciou o presidente do IPG, Joaquim Brigas, num vídeo publicado no site do instituto e nas redes sociais a propósito do aniversário.

O dirigente destaca que o Politécnico cumpre os 40 anos numa altura «em que se reencontrou com a sua história» e com «a sua dinâmica de crescimento da qual se tinha afastado nos últimos anos». Joaquim Brigas reforça que o IPG «entrou numa nova fase». «A fase de contratar professores, a fase de aumentar o número de alunos, a fase da diversificação formativa, a fase de fazer crescer os projectos de investigação». «Estou certo que no IPG ninguém vai querer andar para trás. A hora é de crescer e de aumentar a produção científica e interacção com os tecidos económico, social e cultural».

Dirigindo-se à comunidade da região da Guarda, Joaquim Brigas evidenciou que o IPG está «a reforçar redes de parcerias com empresas e organizações da região e com centros de investigação de prestígio nacional e internacional». Mais pormenores na edição em papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close