PS da Guarda defende comemorações do 25 de Abril com acto solene transmitido “online”

A Comissão Política Concelhia da Guarda do PS considera que as comemorações do 25 de Abril locais devem incluir a realização de um acto solene, embora limitado nas participações, e transmitido “online”. O líder da concelhia do PS da Guarda, António Monteirinho, defende em comunicado que o acto solene comemorativo da “Revolução dos Cravos” «deveria ser realizado na Sala Almeida Santos», no edifício dos Paços do Concelho, e contando, «somente, com a participação da presidente da Assembleia Municipal, do presidente da Câmara Municipal, um representante dos vereadores sem pelouro e um representante de cada uma das bancadas parlamentares da Assembleia Municipal, sendo transmitido em directo através das plataformas digitais».
A Câmara Municipal da Guarda anunciou Segunda-feira que devido às contingências provocadas pela pandemia da Covid-19 «centraliza as comemorações do 25 de Abril nas plataformas “online”» e que o programa previsto inclui, entre outros momentos, pelas 11:00 de sábado, uma sessão solene comemorativa do 46.º Aniversário do 25 de Abril, que será apresentada num vídeo no Facebook do município, com as intervenções pré-gravadas do presidente da Câmara Municipal, Carlos Chaves Monteiro (PSD), da presidente da Assembleia Municipal, Cidália Valbom (PSD), e dos líderes políticos com assento na Assembleia Municipal (PSD, PS, CDS, BE e PCP).
A concelhia local do PS refere em comunicado que, estando ciente dos cuidados que se devem ter no actual momento de pandemia, o acto solene e de celebração do 25 de Abril «não pode ficar por um mero programa “online”, pois os órgãos democráticos continuam a funcionar».
«Embora declarado o Estado de Emergência, o Estado de Direito e a Democracia não ficaram suspensos. Os portugueses, no dia 25 de Abril de 1974, saíram à rua para estabelecer a liberdade após anos de ditadura. Por isso, compreendemos que o 25 de Abril seja celebrado com distanciamento necessário para garantir segurança, defendendo sempre os valores de Abril», justifica o líder socialista da Guarda, António Monteirinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close