PS/Guarda vai hoje a votos

As eleições para a presidência da federação do PS da Guarda e das mulheres socialistas vão decorrer hoje. Os actos eleitorais estavam agendados para Março mas viriam a ser adiados devido à pandemia da Covid-19. Na Guarda, Alexandre Lote, vice-presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, é o único candidato à liderança da Federação Distrital do PS, após acordo com José Albano Marques, que optou por desistir de entrar na corrida eleitoral.

O reinício dos processos eleitorais internos no PS foi decidido em meados de Junho em reunião da Comissão Permanente nacional, que «designou os dias 17 e 18 de Julho para a realização daquelas eleições (nas mesmas condições vigentes à data do adiamento) e indicou os dias 12 e 13 de Setembro para realização dos respectivos congressos federativos», refere uma nota daquele órgão nacional.

Com esta deliberação a Comissão Permanente do PS «entende que estão reunidas as condições para reinício dos processos democráticos internos e asseguradas as condições sanitárias para a realização daqueles actos, as quais deverão respeitar as devidas condições de distanciamento social, protecção individual com máscara, higienização dos espaços eleitorais e não realização de ajuntamentos de mais de 10 pessoas».

Relativamente aos congressos federativos, acrescenta a mesma nota, «serão oportunamente divulgadas as condições específicas de realização, nomeadamente no campo das precauções sanitárias a respeitar e dos métodos de votação a empregar».

No distrito da Guarda, Alexandre Lote, vice-presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, é o único candidato à liderança da Federação, após acordo com José Albano Marques. O socialista de Celorico da Beira, que tinha anunciado a sua candidatura, veio, uma semana depois, anunciar, em conferência de imprensa, que desistia a favor de Alexandre Lote, tendo em vista «unir o partido e torná-lo ainda mais forte» no distrito da Guarda. «É tempo de unir, é a oportunidade de dialogar e trabalhar em conjunto, unidos em torno do ideal socialista e dos princípios orientadores do nosso partido. Seremos, em 2021, a grande força autárquica do distrito da Guarda, superando, certamente, as actuais sete presidências de Câmara», rematou.

Para Alexandre Lote, a decisão do socialista de Celorico da Beira, «resulta de um enorme acto de ponderação das duas candidaturas no respeito e na defesa dos superiores interesses do PS», no momento de preparação das próximas eleições autárquicas que são «o grande objectivo» do novo ciclo da Federação distrital socialista da cidade mais alta do país. «Assumimos nesta candidatura que queremos ter mais votos, mais Câmaras e mais mandatos» no distrito, rematou.

Alexandre Lote, de 36 anos, candidata-se pela segunda vez à liderança da Federação do PS/Guarda. Em Março de 2018 também se candidatou, mas perdeu na segunda volta com Pedro Fonseca (que se demitiu em Julho de 2019 por a lista de candidatos às eleições legislativas ter sido chumbada pela Comissão Política Distrital).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close