PS QUER PRESIDÊNCIA DA CIM EM TROCA DA PERMANÊNCIA DA SEDE NA GUARDA

Alguns dirigentes socialistas do distrito da Guarda exigem como contrapartida para a sede da CIM-BSE se manter na Guarda a presidência daquela estrutura. O assunto já mereceu duras críticas por parte dos dois vereadores do PS na autarquia da capital do distrito, bem como do presidente da Câmara, o social-democrata Álvaro Amaro, que considera que «isso seria um absurdo». Para o socialista Eduardo Brito, «se a sede for retirada da Guarda, é um erro político, quer do PS, quer do PSD». Apesar de ter havido algumas mudanças nas presidências de câmara, o PS continua em maioria, ou seja, com 9 e o PSD com seis. Os 15 autarcas que integram a CIM deverão reunir na próxima Terça-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close