Quase 6.900 pessoas controladas na fronteira com Espanha entre 1 e 14 de Julho

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras controlou, entre 1 e 14 de Julho, 6.890 pessoas que entraram em Portugal através dos cinco Centros de Cooperação Policial e Aduaneira (CCPA) instalados nas fronteiras, indicou hoje o Ministério da Administração Interna.

Em comunicado, o Ministério tutelado por Eduardo Cabrita avança que os controlos móveis executados em Valença, Quintanilha, Vilar Formoso, Caia e Castro Marim permitiram também fiscalizar 3.592 viaturas ligeiras, 11 autocarros e 189 autocaravanas naquele período.

O Ministério da Administração Interna (MAI) indica que estas acções, feitas em articulação com a Guarda Nacional Republicana, foram implementadas depois de levantadas as restrições nas fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha e para divulgar, através da distribuição de folhetos informativos a quem entra em Portugal, quais as medidas em vigor no âmbito do combate à Covid-19.

O MAI sublinha que as acções levadas a cabo pelo SEF nos cinco CCPA, onde também estão efectivos policiais espanhóis, resultaram na detenção de um cidadão português e na notificação de seis estrangeiros em situação irregular para abandono voluntário do país.

Segundo o MAI, foram ainda executadas quatro medidas cautelares – pedidos de paradeiro e apreensão de documentos – que não resultaram em detenções.

Os cidadãos controlados eram maioritariamente portugueses (3.034), espanhóis (2.504) e franceses (450), refere ainda o MAI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close