Recebeu uma multa de trânsito no e-mail? É burla…

No ano de 2022 foram vários os esquemas fraudulentos que circularam com o objetivo de roubar dados pessoais e dinheiro. Os esquemas são variados, estão mais evoluídos e às vezes basta um clique para chegarmos à conclusão que fizemos “asneira”.

O mais recente esquema chega em nome da ANSR (mas não é verdade) e indica ao utilizador que tem uma multa de trânsito (foto tirada pelo radar) para pagar. No e-mail é referido que para o condutor evitar um processo legal, deve pagar as suas multas, sendo facultado o processo de pagamento.

Com os símbolos da República Portuguesa, ANSR, GNR em PSP e também por aparentemente vir de uma origem fidedigna (ANSR), a probabilidade dos utilizadores caírem no esquema pode ser elevada.

De referir que os piratas criaram recentemente o domínio multa-ansr-pt.fun que é muito semelhante ao original, para dar alguma credibilidade ao ataque. A mensagem tem como único propósito a prática de crime de acesso ilegítimo e a captura de dados pessoais das vítimas.

Assim, se recebeu algum e-mail deste tipo, apague. Não clique em links ou envie algum dos dados solicitados.

Além desta mensagem circula outra mensagem que faz uso abusivo dos logotipos da Policia Judiciária e da Interpol, bem como o nome do Sr. Diretor Nacional da PJ e outras entidades ligadas à justiça, simula uma pretensa convocação. Esta mensagem também é falsa, está inserida numa campanha de “phishing”, e constitui, ela sim, uma quebra de segurança para os utilizadores da Internet e do correio eletrónico. 

Para não ser vítima deste tipo de esquemas fraudulentos, recomenda-se que:

  • Não aceda a links suspeitos;
  • Analise bem a estrutura e conteúdo da mensagem (incluindo eventuais erros ortográficos, argumentos persuasivos, que contenham ofertas generosas e despropositadas) 
  • Não ceda ao “tom” ameaçador ou alarmista da mensagem;
  • Em caso de dúvida contacte previamente, por telefone, a empresa ou instituição cujo nome está a ser utilizado;
  • Não responda a este tipo de mensagens e apague-as imediatamente;
  • Passe este alerta a familiares, amigos e outras pessoas próximas, para evitar que também elas sejam vítimas

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close