Recriações históricas e eventos medievais são receita dos municípios para atrair visitantes

SONY DSC

As recriações históricas e as feiras medievais estão a multiplicar-se pelo distrito da Guarda. As aldeias históricas são lugares de excelência para estas iniciativas, mas já não é só nessas localidades que são realizadas. É que os eventos atraem cen-tenas de visitantes apesar de alguns repe-tirem o figurino. Este Domingo,Trancoso assinala o próximo feriado municipal com uma recriação histórica da Batalha de Trancoso. O calendário para os próximos meses inclui a Feira Medieval de Pinhel, as Bodas de D. Dinis em Trancoso e a Batalha da Salgadela, em Figueira de Castelo Rodrigo.

O próximo feriado municipal de Tran-coso, assinalado a 29 de Maio, será comemorado com a recriação histórica da Batalha de Trancoso. O programa das comemorações, que tem início na Sexta-feira, recorda o confronto de 1385, que culminou com a vitória do exército liderado por Gonçalo Vasques Coutinho, alcaide de Trancoso, sobre o poderoso exército castelhano. É um dos episódios mais gloriosos e marcantes da História de Portugal, não só pela vitória alcançada, mas também pelo significado militar, político e simbólico que a mesma adquiriu no contexto da afirmação da Independência do Reino. O acontecimento é recriado em várias fases, desde os “Prenúncios da Batalha de Trancoso”, ao início da tarde do dia 28, ao combate no Campo Militar de São Marcos, na tarde de Segunda-feira. A iniciativa inclui ainda a recriação de outros pormenores sobre a Batalha, nomeadamente sobre a aliança e a estratégia definida no conflito.
Pinhel promove no início de Junho mais uma edição da Feira Medieval. A cidade Falcão propõe aos visitantes que recuem no tempo de 2 a 4 de Junho. Nesses dias, a proposta é reviver a história da localidade sob o lema “Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal”. A iniciativa inclui manjares, cortejos, torneios, teatros, música, dança e animação de rua. O município desafia os visitantes a viajar no tempo e a fazer parte da histórica. O programa da Feira inclui actividades com referências históricas e que fazem parte da história de Pinhel e da região como Torneio a Cavalo da noite do dia 2. O episódio invoca a “A Batalha de Ervas Tenras” que se deu em 1194, depois de ter sido assinado um acordo de paz com D. Afonso IX de Leão, no qual D. Sancho I pede uma bula ao Papa, mas o acordo que não é respeitado. E por isso se dá o combate com os castelhanos. No Sábado recria-se a entrega da jurisdição de Pinhel aos Coutinhos, passando a ser cobradas e instaladas taxas até então inexistentes, o que causa desagrado ao povo. À noite dá-se o “Assalto à Torre” . Com o Marechal fora de Pinhel, seu filho D. Henrique descobre que o povo está a organizar-se para assaltar a Torre que guarda o armamento militar, antecipando-se e frustrando o ataque popular. A Feira Medieval de Pinhel é um acontecimento consolidado, atraindo sempre milhares de pessoas. Um dos pontos altos é a realização da Ceia Medieval, na qual os participantes são convidados a trajar-se à época. A refeição, o ambiente e a música também são inspirados no passado.
Ainda no mês de Junho, pelos dias 24 e 25, Trancoso volta a organizar a Festa da História com a recriação das Bodas reais de D. Dinis com D. Isabel de Aragão. O evento é organizado anualmente para evocar aquele acontecimento que terá tido lugar naquela localidade em 1282. A ocasião tem vindo a ser recordada nos últimos anos com a realização da “Festa da História”, que se tornou um dos principais eventos culturais e históricos de Trancoso. Por dois dias, as ruas daquela localidade histórica enchem-se de figuras do passado construindo cenários que transportam os visitantes numa viagem no tempo. Serão recriados diversos episódios da história como o assalto das tropas castelhanas a Trancoso, o recrutamento de homens para a defesa do burgo e os festejos da vitória dos trancosanos com balias e folguedos. O ponto alto do programa será a recons-tituição das bodas reais e a realização do cortejo real, que percorre a zona histórica da vila.
No mês seguinte terá lugar em Castelo Rodrigo a recriação da Batalha da Salgadela, o marco histórico mais relevante daquele concelho. O acontecimento remonta ao ano de 1664 e será recriado nos dias 7, 8 e 9 de Julho. Foi uma das cinco maiores batalhas da Restauração. O episódio evindenciou a coragem do povo de Castelo Rodrigo contra o exército espanhol. As tropas castelhanas, co-mandadas pelo Duque de Ossuna, eram constituídas por cerca de 3000 homens e entraram pela fronteira da Beira colocando cerco à praça de Castelo Rodrigo, onde os portugueses teriam uma guarnição com pouco mais de 150 homens. Pedro Jaques de Magalhães, o general portu-guês encarregado da defesa daquele território, organizou um plano de ataque que envolveu forças da praça e tropas colocadas no exterior, arregimentadas na zona de Almeirim. O recontro acon-teceu no sítio da Salgadela, razão porque a batalha também é referida pelo nome da localidade, e causou pesadas baixas entre as forças castelhanas que foram obrigadas a atravessar a fronteira de volta ao seu país.

As feiras de Marialva
e Castelo Mendo
A iniciativa do género mais recente foi o mercado medieval de Marialva, no concelho da Meda, que teve lugar no passado fim-de-semana. Num figurino muito semelhante ao que se regista na Feira Medieval de Castelo Mendo, a iniciativa atraiu centenas de pessoas dando uma vida nova a localidade onde habitam menos de 200 pessoas. Em Castelo Mendo, a Feira costuma ser realizada no fim-de-semana a seguir à Páscoa.
Apesar dos figurinos deste tipo de iniciativas serem bastante semelhantes, os eventos ligados à história e de recriação medieval continuam a despertar o interesse dos visitantes sendo só por isso considerada uma aposta válida para os municípios organi-zadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close