Socialistas da Guarda e de Salamanca preparam documento reivindicativo para a zona fronteiriça

Os socialistas da Guarda e os de Salamanca reuniram este Sábado em Vilar Formoso com o objectivo de discutirem estratégias comuns transfronteiriças para o desenvolvimento dos territórios da raia. Alexandre Lote, presidente da federação distrital do PS da Guarda, disse aos jornalistas que o encontro serviu para ser preparado «um projecto de reivindicações comuns para os dois países nestas zonas e também de trabalho de proximidade entre os socialistas de ambos os lados da fronteira». Uma das principais prioridades será, adiantou, a ferrovia. Os encontros vão ser regulares, sendo que o próximo será esta semana em Salamanca.

Fernando Pablos, secretário-geral do PSOE de Salamanca, salientou que o objectivo destes encontros é elaborar «um documento reivindicativo conjunto dos socialistas de Portugal e de Espanha de ambos os lados da fronteira», para que sejam criadas condições para que «a fronteira seja uma zona de desenvolvimento económico nas relações entre os dois países» e «que viver nesta zona é algo que seja possível para quem o queira».

«Os socialistas portugueses e espanhóis consideram que são prioritárias as relações económicas, a tecnologia, a investigação e a educação» e querem que estas questões sejam abordadas na próxima cimeira ibérica, prevista decorrer antes do final deste ano na Guarda. (Foto: Jornal Terras da Beira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close