Uma viagem pedagógica a Itália

Agora que regressei, parece-me que foi curto o tempo para fruir o ISCHE 43, um congresso global em Milão, onde pudemos discutir “Histories of Educational Technologies: Cultural and Social Dimensions of Pedagogical Objects!”, ou seja, traduzo, “Histórias das Tecnologias Educacionais: Dimensões Culturais e Sociais dos Objetos Pedagógicos!”, sendo que estes tanto podem ser livros, como materiais que possibilitam ou facilitam aprendizagens.

Frise-se desde já que aqui aprende-se muito porque se partilham experiências pedagógicas e, melhor ainda, as muitas reflexões sobre elas. Sei isso porque já participei em muitos ISCHE (International Standing Conference for History of Education), que são congressos globais, servindo de pontos de apoio para conhecer e, até escrever sobre história global da educação. São lugares onde encontrei gente amável e valiosa e sempre disposta a fazer amizades, em convívio que começa por ser científico, para se tornar uma porta de entrada numa cultura global.

Fui assistindo por isso com muita atenção ao desempenho dos meus colegas e refazendo a estratégia da minha intervenção, que foi quase no final do congresso.

Antes de partir de Portugal, tentei ver o máximo do programa oferecido para aproveitar o melhor deste pois queremos escolher bem, mas a minha experiência diz-me que tudo é muito valioso, não se perdendo nada numa escolha ao acaso. Só perdemos se não quisermos usufruir do seu programa variado. De facto, há nele muitos temas pedagógicos e um programa cultural, onde conhecemos a cultura italiana através de visitas guiadas a diversos lugares de Milão. Estávamos no início deste congresso todos expetantes quanto programa cultural, em que se anunciava um concerto, que foi dado logo no primeiro dia por Leonardo Acone, pianista e professor de História da Educação e Literatura de Crianças da Universidade de Salerno, que foi fabuloso e naturalmente muito aplaudido.

Entretanto, fui encontrando os velhos amigos, que ganhei ao longo de mais de vinte anos de congressos, tentando sempre temáticas diferentes como por exemplo sobre educação ibero americana, estando já marcado um congresso dedicado a ela, que se vai realizar no próximo ano no Paraguai, onde serão com certeza abordadas as utopias que surgiram com a independência do Brasil e, claro, sobre o seu desenvolvimento posterior.

Aproveitei para saber das dificuldades sentidas pelos organizadores deste congresso, que aconteceu com falhas que nunca tinham acontecido antes, mas que são naturais pois a pandemia continua ativa aqui e nos nossos países. Aí, as dificuldades decorrem das falhas da economia global, e em particular da economia europeia, onde os seus governantes não têm escolhido as políticas mais consentâneas com as necessidades efetivas dos seus povos. Pude assim saber do entendimento que os colegas que vivem fora da Europa têm do conflito entre a Ucrânia e a Rússia, que era bem fundamentado. De facto, a desvalorização do Euro mostra-o claramente, evidenciando a continuada perda de competitividade da economia europeia.

Mais voltado para a necessidade de participar na aclaração do que pode ser o futuro global, tentei reatar dinâmicas de trabalho com colegas tanto portugueses, ficando o seu desenvolvimento em aberto para os dias que vêm aí.

Falámos por isso das consequências da COVID 19 nas nossas atividades de pesquisa e, mais ainda, como as ultrapassámos ou de como as estamos a ultrapassar. Queixei-me da perda das minhas qualidades durante este período de paragem forçada e quem me ouviu queixou-se do mesmo. De facto, o convívio que não tivemos prejudicou-nos e agora há que o fazer acontecer. Vamos a isso.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close