Vereador Sérgio Costa reage à retirada de pelouros

O vereador Sérgio Costa reagiu hoje à decisão tomada pelo presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, de lhe retirar todos os pelouros e deixar de ocupar o cargo a tempo inteiro, fazendo com que regresse às funções de técnico superior de engenharia na empresa Águas do Vale do Tejo. «Na semana passada fiquei a saber, não através de qualquer debate interno, mas por decisão unilateral de quem tem poderes legais para isso, que essa minha acção política devia ser interrompida na forma em que vinha a desenvolvê-la em prol da Guarda», refere Sérgio Costa, em comunicado enviado à comunicação social, assegurando que continuará «com a mesma dedicação, competência e lealdade com a Guarda no desempenho» das suas funções e «sempre a pugnar pelo projecto político iniciado em 2013 e reforçado em 2017».
«A minha convicção mantém-se inabalável em relação ao desenvolvimento duma Cidade, dum Concelho e das suas Freguesias e Aldeias», salienta o vereador do PSD, garantindo que «os projectos em estudo ou lançados, as obras projectadas ou em execução terão sempre» o seu «empenho». Deixa ainda claro que nunca hesitará «em colocar a Guarda acima de quaisquer interesses pessoais ou político-partidários»
De recordar que na tarde da passada Terça-feira, o social-democrata Carlos Chaves Monteiro retirou todos pelouros ao vice-presidente, argumentando que não cumpriu bem as competências atribuídas. A decisão foi dada a conhecer naquele dia ao grupo parlamentar do PSD, numa reunião que decorreu no edifícios dos Paços do Concelho, tendo de imediato provocado contestações no seio da família do PSD.
Carlos Chaves Monteiro adiantou que, por agora, vai assumir os pelouros que retirou ao vice-presidente, que são “Urbanismo”, “Protecção Civil Municipal, Florestas” e “Higiene e Segurança Veterinária”. A decisão do autarca está a provocar um mal-estar interno, havendo quem preveja que a situação poderá agravar-se ao ponto de ter de haver eleições intercalares. Mais pormenores na edição desta semana do Jornal Terras da Beira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close